16 de agosto de 2013

Pés sem cabeça

Ilustração Vladstudio
Resolvi dividir histórias pitorescas de pés de árvores inventadas. Não sei quem inventou isso de: pé de. Eu prefiro goiabeira,limoeiro, laranjeira, muito mais faceiro e brejeiro que pé de goiaba, pé de limão ou pé de laranja. É ou não é? Podem dizer que não. E por que pé? Não sei e não pesquisei.
Um das histórias que vim contar é da minha já tão longe infância. Lembrei dia desses, que morria de medo de engolir chiclete (goma de mascar) pois diziam que ia nascer um pé de chiclete na barriga da gente. Também nasceria pés de outras coisas não engolíveis e eu não queria minha barriga explodindo em copas e raízes.
Meu filho, por sua vez, que a infância fica mais distante a cada dia, achava e tenho registrado nos guardados que anotei de sua tiradas de criança, que camarão dava em árvore. Já me peguei várias vezes a imaginar os crustáceos dependurados em galhinhos. Um pé de camarão em minha imaginação é bem bonitinho. Desenha-me um pé de camarão?
Para arrematar o atentado a botânica e também a fauna, a imagem que ilustra a postagem (o maior tamanho que coube foi esse, que achei pequeno),  é de um pé de cappuccinos, carregado de passarinhos, com uma vaca que voa e faz chover leite. A ilustração mágica eu recebi por e-mail, a um tempo atrás, da amiga AnaPaula.
Ah como seria fenomenal, um quintal, com um pé de cappuccino e outro de expresso para chamar de meus. Desejo de um sexta de bençãos, pés no chão e asas na imaginação! Inté segunda!

21 comentários:

  1. Que lindo texto! Eu queria um pé de dinheiro no meu jardim... Não é possível, não é? Tenho lá então um pé de goiaba, que nasceu intruso, e um pé de ipê-rosa que era para ser amarelo. Mas estou feliz com as surpresas que vão chegando. Posso te contar um segredo? Adoro pé de laranja só por conta das flores perfumadas de laranjeiras. Faz de conta que colhi um monte e joguei ao ar para alegrar o seu fim de semana! Pés de beijos! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb tenho uma coisa para te contar. Meu avô me chamava de Flor de laranjeira. Não é de amar ele para sempre?

      Abraço de galhos floridos de ipê \o/

      Excluir
  2. Adorei,Tina e gostaria de ter um pé de camarão por perto. Um pé de chocolates em barra, outro de passagens para o Nordeste,rs...
    ADORARIA!!

    E seria tão bom se tivéssempos chance de ver plantados pés de vergonha na cara, de segurança ao povo, de tantas coisinhas mais. Mas será que teriam coraaaaaaaaagem de colhê-las quem realmente precisa?


    beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Tina e Rovênia, também tive uma goiabeira no fundo de casa. Infelizmente, mudei-me de lá. Mas é muito bom. E Ipê amarelo tinha na escola que estudei no fundamental. O chão ficava forrado.
    Queria um pé de pé de moça. Já comeram? Mais detalhado que pé de moleque, mas tão bom quanto! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pé de moleque e pé de moça. Docemente saborosos, mas porquê pés?
      Porquê?
      Sinto que vou pesquisar e vai virar postagem :)

      Excluir
  4. Bom dia, Tina
    Hummm ....a imagem ficou tentadora: um pé de cappuccinos e expressos....demais da conta.
    E uma sexta cheia de coisas boas.
    bjão
    mari

    ResponderExcluir
  5. Tina, eu acho simpático chamar de "pé de" e fiquei super curiosa agora: como será que surgiu essa expressão, hein? Adoro a língua portuguesa ;-)

    Amei o título do seu post, um pé de capuccino ia bem mesmo

    bjs e um ótimo final de semana para você

    ResponderExcluir
  6. HAHAHAHAHAHA
    quero agora um pé de capuccino!!!!!
    Quero a vaca que faz chover leite tb, com urgência! Que delicia de imaginação e que imagem maravilhosa! haha

    Beijão Tina, me fez sorrir hoje!

    ResponderExcluir
  7. Oiii Tina, adorei, mas eu realmente falo pé disto pé daquilo kkkkk mineiro só fala assim, mas sem duvida goiabeira limoeiro é mais bonito! Como a Camila eu tbém precisava de um pé de leite, minha filha é uma bezerra até hoje rsrs Bjinhossss

    ResponderExcluir
  8. Ah, Tina!
    Amei seu post, muito criativo.
    Tbe morria de medo de nascer um pé de chicletes ou de mexirica na minha barriga...rsrsrs
    Adorei sua visita la no blog :)
    Bjks mil e um otimo final de semana

    ResponderExcluir
  9. Tina, adorei esse quintal, quero para mim, pois eu só tenho um vício, sou louco por café. Bom finde.

    ResponderExcluir
  10. Tina, minha linda e doce amiguinha!
    Hoje quando cheguei da escola tinha na caixa de correio uma envelope que amei!!!
    Como você adivinhou que eu adoro balões, origami e plantinhas!
    Tina, muito lindas as folhas, tem uma que parece uma sementinha!
    Minha vovó ama o Divino Espirito Santos!
    Não tenho palavras para agradecer.Adoramos!!
    Beijinhos
    Pedrinho e Amara

    ResponderExcluir
  11. Tina querida, que linda imaginação, hehehe. Ja me peguei a imaginar vários pés, dentro da minha cabecinha!
    Minha filha também, com dois aninhos, vivi viajando e criando, peraltices que não falta. Adoro essa imaginação fértil dela.

    Beijos afetuosos.
    Lindo fim de semana!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  12. Essas crendices de infancia eram perturbadoras, mas hoje dou risada!Diziam que se não lavasse as orelhas direito, nasceria um pé de couve!...rss..tb gostaria de uma vaca que desse leite com chocolate.bjs e bom fim de semana,

    ResponderExcluir
  13. Você tem toda razão, Tina...Por que pé de abacate, pé de manga? Quem pode explicar? Beijo e ótimo dia!

    ResponderExcluir
  14. Oi Tina, adorei a postagem!!! Muito boa!!
    Tenha uma linda semana, beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Fui criada ouvindo essas crendices. Eu não gostava de comer carne com músculo, mas meu pai dizia para comer atrás da porta porque deixava as meninas mais bonitas!
    Eu acreditava!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  16. Adorei o pomar que você e seus amigos criaram. Mas vá até o Google imagens e digite "flor camarão" e o seu filho vai ver que camarão também pode nascer nas árvores. E tem amarelo e vermelho, pode escolher!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, ele vai adorar ter razão mesmo sem ter...rsrs

      Muito legal Beatriz!
      Adorei :)

      Excluir
  17. Oi Tina.

    Nunca parei pra pensar pq chamamos pé disso ou pé daquilo.
    Eu também quereria um pé de capuchino.

    E também um pé de Maná. A Bíblia não fala que o Maná tinha o gosto daquilo que você queria comer? Então. Era só ter um pé de Maná que eu ficaria feliz.

    Abraço.

    AnaVi

    ResponderExcluir
  18. Eu aqui linkada e venho a aparecer quase dois anos depois.
    Acho que algum pé estava germinando, sei lá!
    Amei estar aqui neste passado tão presente e encontrar tanta gente debaixo desta árvore!
    Beijo :)

    ResponderExcluir